Japão confirma explosão e vazamento radioativo em usina nuclear

Situação na província de Fukushima está sendo avaliada, disse porta-voz.
Instalação foi afetada pelo destrutivo tremor de magnitude 8,9 da véspera.

Japan Floods Reactor Crippled by Quake in Effort to Avert Meltdown(TNT)

Japão

Japão 2011

japão terremoto tsunami

O operador da usina nuclear atingida pelo terremoto que sacudiu o Japão anunciou este domingo (no horário local) que o sistema de resfriamento de um outro reator não está funcionando e corre o risco de explosão.

“Todas as funções de manutenção dos níveis de refrigeração do reator de número 3 falharam na usina número 1 de Fukushima”, afirmou um porta-voz da empresa operadora, Tokyo Electric Power.

“Por volta das 5h30 (de domingo, 17h30 de sábado, hora de Brasília), a injeção de água parou e na parte interna a pressão está subindo levemente”, afirmou, acrescentando que a operadora emitiu um relatório de emergência para o governo sobre as condições da usina.

Mais cedo, o governo japonês informou à Agência Internacional de Energia Atômica  das Nações Unidas que houve um início de aumento da radioatividade após um acidente em outro reator de Fukushima 1, mas que os níveis “vem diminuindo nas últimas horas”.

De acordo com a AIEA, autoridades japonesas informaram que a explosão na central nuclear de Fukushima ocorreu fora do recipiente primário de contenção. “A empresa que opera a unidade, Tokyo Eletric Power, confirmou que o recipiente primário de contenção está intacto”, diz um comunicado.

O acidente nuclear chegou a ser avaliado no nível 4 numa escala que vai até 7, segundo a Agência de Segurança Nuclear e Industrial do Japão.

A explosão na usina foi decorrência do forte terremoto de magnitude 8,9 que atingiu a costa do país na véspera, gerando um tsunami devastador e mais de cem fortes réplicas.

A preocupação em relação à possibilidade de contaminação nuclear persiste, apesar de o governo japonês ter tranquilizado a população em relação às consequências do desastre.

De acordo com a AIEA, o governo do Japão eu início à retirada de cerca de 140 mil pessoas da área próxima à usina. Estima-se que 110 mil pessoas já deixaram a área num raio de 20 km próxima a uma das usinas.

~ por vivonum.kit.net em 13 de março de 2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: