Indicados ao Oscar 2011

Documentário ‘Lixo extraordinário’ é indicado ao Oscar

Coprodução brasileira mostra trabalho do artista plástico Vik Muniz no Rio.
Trilha sonora do filme foi composta pelo músico americano Moby.

MELHOR FILME

127 Horas

Cisne Negro

O Vencedor

A Origem

Minhas Mães e Meu Pai

O Discurso do Rei

A Rede Social
Facebook

Toy Story 3

Bravura Indômita

Inverno da Alma

Comentário: Dessa vez pude conferir todos os filmes indicados ao Oscar nessa categoria e no geral não tenho muito o que reclamar, tendo em vista que todos são ótimos filmes. Porém, mesmo contra a maré, tenho ressalvas quanto a presença de Toy Story 3 e Minhas Mães e Meu Pai. O primeiro não é tudo isso que se fala, é um bom filme, reconheço, mas ainda falta muito pra ser o melhor da Pixar. O segundo é um filme somente mediano que tem seu poder nas atuações e nada mais, esquecível ao extremo.

MELHOR ATOR

Javier Bardem por Biutiful

Jeff Bridges por Bravura Indômita

Jesse Eisenberg por A Rede Social

Colin Firth por O Discurso do Rei

James Franco por 127 Horas

Comentário: Creio que a surpresa da vez tenha sido por Javier Bardem concorrendo por Biutiful. Digo surpresa por causa das tendências em outra premiações, mas não tenho qualquer dúvida da competência desse ator que já nos provou em diversos filmes. Sinceramente, ainda que digam que isso é particularidade dos Coen, não vejo nada demais no trabalho de Bridges que é por vezes bastante caricato. Franco também meio que caiu de para-quedas, tem um ótimo futuro, mas não por 127 horas que mereceria ganhar. E Colin mostrou que não foi pura sorte sua indicação ano passado e tenho uma sensação que ninguém tira a estatueta dele.


MELHOR ATRIZ

Annette Bening por Minhas Mães e Meu Pai

Nicole Kidman por Reencontrando a Felicidade

Jennifer Lawrence por Inverno da Alma

Natalie Portman por Cisne Negro

Michelle Williams por Blue Valentine

Comentário: Ok. Mais um ano que Juliane Moore é completamente esnobada pela Academia. Sua atuação em Minhas Mães e Meu Pai é até melhor que a de Benning. Queria muito que ela estivesse no lugar da própria ou até mesmo de Nicole que está somente bem em Habbit Hole. Com essas indicações, acredita que a força fique entre Portman e Lawrence, ainda que aquela tenha mais chances.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Christian Bale por O Vencedor

John Hawkes por Inverno da Alma

Jeremy Renner por Atração Perigosa

Mark Ruffalo por Minhas Mães e Meu Pai

Geoffrey Rush por O Discurso do Rei

ComentárioTudo bem que Renner vem se mostrando um cara bem talentoso, porém pra mim sua indicação é um completo exagero assim como a de Mark Ruffalo que não está nada mais do que bem, neste longa. Como assim não ter Andrew Garfield indicado? Como assim acreditar que qualquer um dos dois citado anteriormente são superiores a este em A Rede Social, isso é péssimo, porque de todos os filmes que fez ano passado, esse é o que sua atuação merece mais destaque. Os demais estão de forma merecidíssima concorrendo, porém Bale é o mais forte.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amy Adams por O Vencedor

Helena Bonham Carter por O Discurso do Rei

Melissa Leo por O Vencedor

Hailee Steinfeld por Bravura Indômita

Jacki Weaver por Reino Animal

Comentário: Eu vi O Vencedor e pra seu maior mérito encontra-se nas atuações e nada mais. Mais por Melissa Leo e Bale do que por qualquer outro. Amy Amams é uma linda, eu sei, mas indicá-la por esse filme já é forçar demais a barra. Preciso ver Animal Kingdom. Gosto de Hailee Steinfeld em Bravura Indômita, porém não tenho tanta certeza se deveria ser indicada.

MELHOR DIREÇÃO

Darren Aronofsky por Cisne Negro

Ethan Coen por Joel Coen por Bravura Indômita

David Fincher por A Rede Social

Tom Hooper por O Discurso do Rei

David O. Russell por O Vencedor

Comentário: Essa é a parte mais falha do Oscar. Acho que a direção é o verdadeiro reconhecimento que um filme pode ter. se trata do todo, se trata da harmonia e isso deve ser feito com muita responsabilidade para que os reconhecimentos venham. Impossível dizer que Nolan em A Origem não foi responsável ao longo de todo o filme. Ser capaz de harmonizar Montagem, Trilha, Atuações, Direção de Arte e tudo o mais prova o quão capaz ele é, o quão bom permite ser em sua posição. A sua não indicação, é a prova de que algo está errado. Não consigo ver nada demais na direção de David O. Russell, ela só ok, nada mais. Ainda que muitos digam que não, mas foi esse último que tomou a vaga de Nolan. Mas não se preocupa não, Nolan, o tempo mostrará quem tá com a razão.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Another Year: Mike Leigh

O Vencedor: Scott Silver por Paul Tamasy por Eric Johnson por Keith Dorrington

A Origem: Christopher Nolan

Minhas Mães e Meu Pai: Lisa Cholodenko por Stuart Blumberg

O Discurso do Rei: David Seidler

Comentário: De certa forma gostei das indicações porque entendo que podem dar mais força para a vitória de A Origem. Talvez a pedra no sapato fique por conta de O Discurso do Rei.

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

127 Horas: Danny Boyle por Simon Beaufoy

A Rede Social: Aaron Sorkin

Toy Story 3: Michael Arndt por John Lasseter por Andrew Stanton por Lee Unkrich

Bravura Indômita: Joel Coen por Ethan Coen

Inverno da Alma: Debra Granik por Anne Rosellini

Comentário: Inverno da Alma ter sido indicado, só prova a grandeza desse longa que não só nos entrega uma grande atuação de sua protagonista como também uma história densa e bem estruturada. Para mim, quem caiu de pára-quedas aí sem qualquer necessidade foi Toy Story.

MELHOR ANIMAÇÃO

Como Treinar o Seu Dragão: Dean DeBlois, Chris Sanders

O Mágico: Sylvain Chomet

Toy Story : Lee Unkrich

MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

Biutiful: Alejandro González Iñárritu (México)

Kynodontas: Giorgos Lanthimos (Grécia)

Em um Mundo Melhor: Susanne Bier (Dinamarca)

Incendies: Denis Villeneuve (Canadá)

Fora da Lei: Rachid Bouchareb (Argélia)

MELHOR FOTOGRAFIA

Cisne Negro: Matthew Libatique

A Origem: Wally Pfister

O Discurso do Rei: Danny Cohen

A Rede Social: Jeff Cronenweth

Bravura Indômita: Roger Deakins

MELHOR MONTAGEM (EDIÇÃO)

127 Horas: Jon Harris

Cisne Negro: Andrew Weisblum

O Vencedor: Pamela Martin

O Discurso do Rei: Tariq Anwar

A Rede Social: Kirk Baxter, Angus Wall

Comentário: Depois de direção, essa é a categoria mais falha do Oscar 2011. A Origem era pra ser indicada e tornar-se aquela com mais chances de ganhar, porque um dos grandes méritos desse filme está justamente na sua edição, minuciosamente trabalhada. Me desculpa, mas cada vez me convenço mais que O Vencedor é o The Blind Side desse ano.

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

Alice no País das Maravilhas: Robert Stromberg, Karen O’Hara

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1: Stuart Craig, Stephenie McMillan

A Origem: Guy Hendrix Dyas, Larry Dias, Douglas A. Mowat

O Discurso do Rei: Eve Stewart, Judy Farr

Bravura Indômita: Jess Gonchor, Nancy Haigh

MELHOR FIGURINO

Alice no País das Maravilhas: Colleen Atwood

Io sono l’amore: Antonella Cannarozzi

O Discurso do Rei: Jenny Beavan

The Tempest: Sandy Powell

Bravura Indômita: Mary Zophres

MELHOR MAQUIAGEM

Minha Versão para o Amor: Adrien Morot

Caminho da Liberdade: Edouard F. Henriques, Greg Funk, Yolanda Toussieng

O Lobisomem: Rick Baker, Dave Elsey

Comentário: Esperava que Harry Potter fosse indicado nessa categoria.

MELHOR TRILHA SONORA

127 Horas: A.R. Rahman

Como Treinar o Seu Dragão: John Powell

A Origem: Hans Zimmer

O Discurso do Rei: Alexandre Desplat

A Rede Social: Trent Reznor, Atticus Ross

Comentário: Outra ausência bastante considerável pra mim foi a trilha sonora de Tron: O Legado por Daft Punk. Disparado a melhor do ano passado e foi completamente ignorada pela Academia. Queria muito ver Cisne Negro indicada nessa categoria, mas entende os critérios rígidos.

MELHOR CANÇÃO

127 Horas: A.R. Rahman, Rollo Armstrong, Dido (“If I Rise”)

Country Strong: Tom Douglas, Hillary Lindsey, Troy Verges (“Coming Home”)

Enrolados: Alan Menken, Glenn Slater (“I See the Light”)

Toy Story 3: Randy Newman (“We Belong Together”)

MELHOR MIXAGEM DE SOM

A Origem: Lora Hirschberg, Gary Rizzo, Ed Novick

O Discurso do Rei: Paul Hamblin, Martin Jensen, John Midgley

Salt: Jeffrey J. Haboush, William Sarokin, Scott Millan, Greg P. Russell

A Rede Social: Ren Klyce, David Parker, Michael Semanick, Mark Weingarten

Bravura Indômita: Skip Lievsay, Craig Berkey, Greg Orloff, Peter F. Kurland

Comentário: Mixagem de Som para A Rede Social, oi?


MELHOR SOM

A Origem: Richard King

Toy Story 3: Tom Myers, Michael Silvers

Tron: O Legado: Gwendolyn Yates Whittle, Addison Teague

Bravura Indômita: Skip Lievsay, Craig Berkey

Incontrolável: Mark P. Stoeckinger

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Alice no País das Maravilhas: Ken Ralston, David Schaub, Carey Villegas, Sean Phillips

Harry Potter e as Relíquias da Morte –  Parte 1: Tim Burke, John Richardson, Christian Manz, Nicolas Aithadi

Além da Vida: Michael Owens, Bryan Grill, Stephan Trojansky, Joe Farrell

A Origem: Chris Corbould, Andrew Lockley, Pete Bebb, Paul J. Franklin

Homem de Ferro 2: Janek Sirrs, Ben Snow, Ged Wright, Daniel Sudick

Comentário: ALém da Vida é um filme bem, mas bem ruim. Porém louvo seus efeitos visuais que são realmente incríveis nos seus minutos iniciais. A indicação basta, assim como a de Harry Potter. Quero ver Inception levando.

por http://portalcine.wordpress.com/


 

melhores posts
posts BBB 11
Ariadna NuaWebCam
MariaHelena
TalulaPascoli
Diana Balsini

BBBizarros

Jaqueline Faria

Top Bumbuns 2010
Marcela Temer
Nudez de atriz
Bruna Surfistinha
Mulheres mais desejadas Juju Pânico

 

~ por vivonum.kit.net em 26 de janeiro de 2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: